CIRURGIA PLÁSTICA

MULHER

HOMEM

Ícone de face de homem em cinzento

FACE

Ícone de corpo de homem em cinzento

CORPO

Ícone de pele de homem em cinzento

PELE

Correção de ginecomastia

Ícone de abrir
Ícone de fechar

A ginecomastia é definida pelo aumento benigno da glândula mamária no homem, que pode ser uni ou bilateral. O aumento da região mamária no homem pode ser ainda causado pela presença de gordura localizada (pseudoginecomastia), sendo muito difícil de eliminar com recurso a dieta e exercício físico. Existem múltiplas causas para o aparecimento de ginecomastia, devendo ser devidamente investigadas antes do tratamento, mas independentemente da causa, esta é uma condição que afeta a autoestima e o bem-estar. O tratamento da ginecomastia passa por remover o excesso da glândula mamária e gordura através de lipoaspiração e/ou mastectomia subcutânea. Quando necessário é também removido o excesso de pele associado.

PROCEDIMENTO

Ícone de relógio

Entre 1h a 2h.

Ícone de seringa

Anestesia geral.

Ícone de informação

Se for apenas realizada lipoaspiração são utilizadas pequenas incisões, que deixam cicatrizes impercetíveis. Quando é necessária a mastectomia subcutânea é necessária uma incisão em torno da aréola que, pela sua localização, se torna bastante discreta com o passar do tempo. Nos casos em que é necessária a remoção de pele, poderá ser necessária uma incisão transversal adicional ao nível da região peitoral.

PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento o paciente pode ficar com equimoses (negras) e edema, que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas.
É necessário utilizar um colete compressivo por dois meses.
Os pontos são removidos após 10 a 14 dias. Após esse período deverá fazer-se hidratação e massagem das cicatrizes.
Não se deverá realizar exercício físico intenso por um período de três a seis semanas. Para uma melhor cicatrização, após retirar os pontos, deve colocar-se sempre protetor solar 50 + e evitar exposição solar prolongada das cicatrizes por um período de três meses após a cirurgia.

ANTES

Caso de ginecomastia antes

DEPOIS

Caso de ginecomastia depois

ANTES

Caso de ginecomastia antes

DEPOIS

Caso de ginecomastia depois

ANTES

Caso de ginecomastia antes

DEPOIS

Caso de ginecomastia depois

ANTES

Caso de ginecomastia antes

DEPOIS

Caso de ginecomastia depois

ANTES

Caso de ginecomastia antes

DEPOIS

Caso de ginecomastia depois

ANTES

Caso de ginecomastia antes

DEPOIS

Caso de ginecomastia depois

Mastectomia Masculinizadora

Ícone de abrir
Ícone de fechar

A mastectomia masculinizadora consiste na remoção do tecido mamário (mastectomia), seguida do reposicionamento e remodelação da pele, aréola e mamilo de forma a criar um tórax de aparência e contorno masculino. Este é muitas vezes o primeiro procedimento cirúrgico realizado na transição de feminino para masculino, com um importante impacto na autoestima e identidade corporal.

PROCEDIMENTO

Ícone de relógio

Entre 1h a 2h.

Ícone de seringa

Anestesia geral.

Ícone de informação

As cicatrizes são dependentes da quantidade de pele que é necessário remover. Pode ser suficiente uma incisão em torno da aréola que, pela sua localização, se torna bastante discreta com o passar do tempo. Nos casos em que é necessária maior remoção de pele, poderá ser necessária uma incisão transversal adicional ao nível da região peitoral.

PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento é de esperar equimoses (negras) e edema, que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas.

É necessário utilizar um colete compressivo por dois meses.

Os pontos são removidos após 10 a 14 dias. Após esse período deverá fazer-se hidratação e massagem das cicatrizes.

Não se deverá realizar exercício físico intenso por um período de três a seis semanas. Para uma melhor cicatrização, após retirar os pontos, deve colocar-se sempre protetor solar 50 + e evitar exposição solar prolongada das cicatrizes por um período de três meses após a cirurgia.

ANTES

Caso de mastectomia antes

DEPOIS

Caso de mastectomia depois

ANTES

Caso de mastectomia antes

DEPOIS

Caso de mastectomia depois

ANTES

Caso de mastectomia antes

DEPOIS

Caso de mastectomia depois

Abdominoplastia

Ícone de abrir
Ícone de fechar

Com perdas de peso acentuadas ou com o envelhecimento, o abdómen perde muitas vezes o seu tónus e contorno com o estiramento da pele, o aparecimento de estrias e de gordura localizada e enfraquecimento dos músculos abdominais. Em alguns casos, mesmo com dieta e exercício físico é difícil recuperar a silhueta abdominal. A abdominoplastia é o procedimento cirúrgico que permite remover a pele e gordura em excesso da região abdominal e também reforçar os músculos da parede abdominal. Pode ser combinado com outros procedimentos cirúrgicos de contorno corporal.

PROCEDIMENTO

Ícone de relógio

Aprox. 2h30.

Ícone de seringa

Anestesia geral.

Ícone de informação

A incisão é transversal ao nível da região suprapúbica, ficando escondida pela roupa interior ou fato de banho. Pode também ser necessária uma cicatriz em torno do umbigo. A extensão das incisões está dependente da quantidade de pele que é necessário remover.

PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento o paciente pode apresentar equimoses (negras) e edema, que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas. É necessário utilizar uma cinta compressiva por dois meses. Os pontos são removidos após 10 a 14 dias. Após esse período deverá fazer-se hidratação e massagem das cicatrizes. Não se deverá realizar exercício físico intenso por um período de seis a oito semanas. Para uma melhor cicatrização, após retirar os pontos, deve colocar-se sempre protetor solar 50 + e evitar exposição solar prolongada das cicatrizes por um período de três meses após a cirurgia.

Lipoaspiração/Lipoescultura

Ícone de abrir
Ícone de fechar

A lipoaspiração permite remover a gordura localizada, melhorando o contorno corporal e as proporções corporais. Pode ser aplicada em diversas áreas do corpo, nomeadamente:

- Região cervical e contorno da mandíbula;
- Abdómen;
- Flancos;
- Dorso;
- Coxas e região glútea;
- Joelhos;
- Tornozelos.

A gordura aspirada pode ser utilizada para rejuvenescimento da face. Pode ser combinada com outros procedimentos cirúrgicos de contorno corporal para otimização dos resultados.

PROCEDIMENTO

Ícone de relógio

Entre 1h e 3h.

Ícone de seringa

Anestesia geral ou anestesia local e sedação.

Ícone de informação

As incisões têm cerca de 1cm e são realizadas em pregas naturais da pele ou em áreas escondidas de forma a tornar a cicatriz praticamente impercetível.

PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento o paciente pode apresentar equimoses (negras) e edema, que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas.
É necessário utilizar compressão na área intervencionada por dois meses. Os pontos são removidos após 7 a 14 dias. Após esse período deverá fazer-se hidratação e massagem das cicatrizes.
Não se deverá realizar exercício físico intenso por um período de três a quatro semanas. Para uma melhor cicatrização, após retirar os pontos, deve colocar-se sempre protetor solar 50 + e evitar exposição solar prolongada das cicatrizes por um período de três meses após a cirurgia.