CIRURGIA PLÁSTICA

MULHER

HOMEM

Ícone de face de mulher em cinzento

FACE

Ícone de mama de mulher em cinzento

MAMA

Ícone de corpo de mulher em verde

CORPO

Ícone de pele de mulher em cinzento

PELE

Abdominoplastia

Ícone de abrir
Ícone de fechar

Com perdas de peso acentuadas ou gravidezes, o abdómen perde muitas vezes o seu tónus e contorno, apresentando o estiramento da pele, estrias, gordura localizada e enfraquecimento dos músculos abdominais. Em alguns casos, mesmo com dieta e exercício físico é difícil recuperar a silhueta abdominal. A abdominoplastia é o procedimento cirúrgico que permite remover a pele e gordura em excesso da região abdominal e também reforçar os músculos da parede abdominal. Pode ser combinado com outros procedimentos cirúrgicos de contorno corporal.

PROCEDIMENTO

Ícone de relógio

Aprox. 2h30.

Ícone de seringa

Anestesia geral.

Ícone de informação

A incisão é transversal ao nível da região suprapúbica, ficando escondida pela roupa interior ou fato de banho. Pode também ser necessária uma cicatriz em torno do umbigo. A extensão das incisões está dependente da quantidade de pele que é necessário remover.

PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento a paciente pode apresentar equimoses (negras) e edema, que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas.

É necessário utilizar uma cinta compressiva por dois meses.

Os pontos são removidos após 10 a 14 dias. Após esse período deverá fazer-se hidratação e massagem das cicatrizes.

Não se deverá realizar exercício físico intenso por um período de seis a oito semanas. Para uma melhor cicatrização, após retirar os pontos, deve colocar-se sempre protetor solar 50 + e evitar exposição solar prolongada das cicatrizes por um período de três meses após a cirurgia.

ANTES

Caso de abdominoplastia antes

DEPOIS

Caso de abdominoplastia depois

ANTES

Caso de abdominoplastia antes

DEPOIS

Caso de abdominoplastia depois

ANTES

Caso de abdominoplastia antes

DEPOIS

Caso de abdominoplastia depois

ANTES

Caso de abdominoplastia antes

DEPOIS

Caso de abdominoplastia depois

ANTES

Caso de abdominoplastia antes

DEPOIS

Caso de abdominoplastia depois

Lipoaspiração/Lipoescultura

Ícone de abrir
Ícone de fechar

A lipoaspiração permite remover a gordura localizada, melhorando a silhueta, contorno e proporções corporais. Pode ser aplicada em diversas áreas do corpo, nomeadamente:

- Região cervical e contorno da mandíbula;
- Abdómen;
- Flancos;
- Dorso;
- Coxas e região glútea;
- Joelhos;
- Tornozelos.

A gordura aspirada pode ser utilizada para rejuvenescimento da face ou para aumento de outras áreas corporais, como a mama ou região glútea. Pode ser combinada com outros procedimentos cirúrgicos de contorno corporal para otimização dos resultados.

PROCEDIMENTO

Ícone de relógio

Entre 1h a 3h.

Ícone de seringa

Anestesia geral ou anestesia local e sedação.

Ícone de informação

As incisões têm cerca de 1cm e são realizadas em pregas naturais da pele ou em áreas escondidas de forma a tornar a cicatriz praticamente impercetível.

PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento a paciente pode apresentar equimoses (negras) e edema, que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas.
É necessário utilizar compressão na área intervencionada por dois meses.
Os pontos são removidos após 7 a 14 dias. Após esse período deverá fazer-se hidratação e massagem das cicatrizes.
Não se deverá realizar exercício físico intenso por um período de três a quatro semanas. Para uma melhor cicatrização, após retirar os pontos, deve colocar-se sempre protetor solar 50 + e evitar exposição solar prolongada das cicatrizes por um período de três meses após a cirurgia.

ANTES

Caso de lipoaspiração antes

DEPOIS

Caso de lipoaspiração depois

ANTES

Caso de lipoaspiração antes

DEPOIS

Caso de lipoaspiração depois

ANTES

Caso de lipoaspiração antes

DEPOIS

Caso de lipoaspiração depois

ANTES

Caso de lipoaspiração antes

DEPOIS

Caso de lipoaspiração depois

Gluteoplastia

Ícone de abrir
Ícone de fechar

A gluteoplastia é a cirurgia que permite conferir à região glútea maior projeção e obter uma silhueta mais harmoniosa, utilizando gordura da própria paciente, aspirada e preparada no mesmo tempo cirúrgico. Desta forma, em simultâneo é possível remover gordura localizada de outras áreas corporais.

PROCEDIMENTO

Ícone de relógio

Entre 2h a 3h.

Ícone de seringa

Anestesia geral.

Ícone de informação

As incisões têm cerca de 1cm e são realizadas em pregas naturais da pele ou em áreas escondidas de forma a tornar as cicatrizes praticamente impercetíveis.

PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento o paciente pode apresentar equimoses (negras) e edema, que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas.
Os pontos são removidos após 10 a 14 dias. Após esse período deverá fazer-se hidratação e massagem das cicatrizes.
Não se deverá realizar exercício físico intenso por um período de três a quatro semanas - Uma vez que realizar pressão sobre a região glútea pode levar a uma maior reabsorção da gordura, deve utilizar uma almofada para se sentar durante oito semanas. Para uma melhor cicatrização, após retirar os pontos, deve colocar-se sempre protetor solar 50 + e evitar exposição solar prolongada das cicatrizes por um período de três meses após a cirurgia.

Lifting das coxas

Ícone de abrir
Ícone de fechar

Perdas de peso acentuadas e o próprio envelhecimento podem levar a uma maior flacidez da pele das coxas, manifestando-se habitualmente de forma mais marcada na sua face interna. O lifting das coxas é a cirurgia que permite remover o excesso de pele e gordura da face interna das coxas. Pode ser combinado com lipoaspiração de forma a otimizar o resultado e melhorar o contorno desta área.

PROCEDIMENTO

Ícone de relógio

Aprox. 2h.

Ícone de seringa

Anestesia geral.

Ícone de informação

A incisão é feita na região inguinal (raiz da coxa), sendo habitualmente necessária a sua extensão vertical para a face interna da coxa.

PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento a paciente pode apresentar equimoses (negras) e edema, que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas.
É necessário utilizar meias de compressão elástica por dois meses.
Os pontos são removidos após 10 a 14 dias. Após esse período deverá fazer-se hidratação e massagem das cicatrizes.
Não se deverá realizar exercício físico intenso por um período de seis semanas. Para uma melhor cicatrização, após retirar os pontos, deve colocar-se sempre protetor solar 50 + e evitar exposição solar prolongada das cicatrizes por um período de três meses após a cirurgia.

Braquiplastia

Ícone de abrir
Ícone de fechar

Perdas de peso acentuadas e o próprio envelhecimento podem levar a uma maior flacidez da pele dos braços, manifestando-se habitualmente de forma mais marcada na sua face interna. A braquiplastia é a cirurgia que permite remover o excesso de pele e gordura da face interna dos braços.

PROCEDIMENTO

Ícone de relógio

Aprox. 2h.

Ícone de seringa

Anestesia geral.

Ícone de informação

A incisão é feita na face interna dos braços, podendo estender-se até à axila.

PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento a paciente pode apresentar equimoses (negras) e edema, que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas.
É necessário utilizar mangas compressivas por dois meses.
Os pontos são removidos após 10 a 14 dias. Após esse período deverá fazer-se hidratação e massagem das cicatrizes.
Não se deverá realizar exercício físico intenso por um período de seis semanas. Para uma melhor cicatrização, após retirar os pontos, deve colocar-se sempre protetor solar 50 + e evitar exposição solar prolongada das cicatrizes por um período de três meses após a cirurgia.

Cirurgia para Lipedema

Ícone de abrir
Ícone de fechar

O lipedema é um distúrbio muitas vezes subdiagnosticado, que afecta quase exclusivamente as mulheres, e consiste na acumulação de gordura em excesso com predileção pela metade inferior do corpo. Esta acumulação de gordura, além de dolorosa e muitas vezes associada ao aparecimento de negras e equimoses com traumatismos mínimos, é resistente à perda de peso, dieta e exercício físico, mantendo-se mesmo quando a mulher tem o peso ideal e um estilo de vida saudável. O diagnóstico diferencial com obesidade e com linfedema é essencial para uma correcta abordagem terapêutica deste distúrbio. O tratamento cirúrgico do lipedema com lipoaspiração tumescente, associado a dieta e um estilo de vida saudável, permite remover o excesso de gordura dos membros inferiores, não só melhorando a harmonia corporal e autoestima da mulher, mas também diminuindo significativamente as queixas de dor, limitação funcional e “negras fáceis”.

PROCEDIMENTO

Ícone de relógio

Entre 1h a 3h.

Ícone de seringa

Anestesia geral ou anestesia local e sedação.

Ícone de informação

As incisões têm cerca de 1cm e são realizadas em pregas naturais da pele ou em áreas escondidas de forma a tornar a cicatriz praticamente imperceptível. A abordagem cirúrgica do lipedema é faseada e progresiva, sendo necessárias várias sessões de lipoaspiração, espaçadas por um período mínimo de 6 semanas.

PÓS-OPERATÓRIO

Após o procedimento é de esperar equimoses (negras) e edema, que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas.
É necessário utilizar compressão na área intervencionada por dois meses.
Os pontos são removidos após 7 a 14 dias. Após esse período deverá fazer-se hidratação e massagem das cicatrizes. Para optimização do resultado deverão ser iniciadas massagens de drenagem linfática quatro semanas após o procedimento.
Não se deverá realizar exercício físico intenso por um período de três a quatro semanas. Para uma melhor cicatrização, após retirar os pontos, deve colocar-se sempre protetor solar 50 + e evitar exposição solar prolongada das cicatrizes por um período de três meses após a cirurgia.