FAQS

Quais são os riscos associados a uma cirurgia plástica?

Ícone de abrir em verde
Ícone de fechar em branco

As complicações decorrentes de uma cirurgia plástica são, no geral, raras, mas qualquer procedimento cirúrgico pode estar associado a complicações, nomeadamente:
- Hemorragia/hematoma;
- Infeção;
- Seroma;
- Alterações da cicatrização;
- Complicações anestésicas.

Quais são as potenciais complicações associadas à colocação de próteses mamárias?

Ícone de abrir em verde
Ícone de fechar em branco

As próteses mamárias utilizadas na atualidade não têm prazo de validade, pelo que na ausência de complicações ou de alterações do resultado não é necessária a sua substituição.
As potenciais complicações associadas especificamente à colocação de implantes consistem na rotura de prótese ou contratura capsular e, nesses casos, poderá estar indicada a sua substituição. Variações marcadas de peso, gravidezes, amamentação ou o próprio envelhecimento podem conduzir a alterações da mama que poderão requerer algum tipo de intervenção cirúrgica posterior para otimização do resultado.

Uma cirurgia plástica deixa cicatrizes?

Ícone de abrir em verde
Ícone de fechar em branco

As cirurgias plásticas em geral deixam algum tipo de cicatriz. No entanto, existe especial cuidado em colocar as incisões em áreas do corpo discretas, que habitualmente fiquem escondidas pela roupa ou fato de banho, ou em pregas naturais da pele, de forma que se tornem o mais impercetíveis possível. Existem também alguns cuidados a ter após a remoção dos pontos, como a massagem, hidratação e proteção solar das cicatrizes de modo a otimizar a sua evolução.

Quando consigo ver o resultado final de uma cirurgia plástica?

Ícone de abrir em verde
Ícone de fechar em branco

Apesar de o resultado de uma cirurgia plástica já ser visível logo no pós-operatório imediato, é habitual a presença de equimoses e inchaço que vão desaparecendo gradualmente ao longo das primeiras duas a quatro semanas, dependendo do tipo de procedimento. O edema residual e a remodelação dos tecidos fazem com que o resultado final seja aparente a partir dos 3 meses de pós-operatório.

O resultado de uma cirurgia plástica é permanente e definitivo?

Ícone de abrir em verde
Ícone de fechar em branco

Relativamente aos procedimentos de contorno corporal, o resultado é considerado permanente desde que o paciente mantenha uma dieta saudável e estilo de vida ativo. Grandes ganhos ou perdas de peso ou gravidezes posteriores podem alterar o resultado cirúrgico.
Quanto aos procedimentos de rejuvenescimento, embora a cirurgia permita atenuar ou eliminar vários estigmas do envelhecimento, não suspende este processo, pelo que com o passar dos anos é inevitável que reapareçam alguns desses sinais. Os seus resultados são, no entanto, duráveis desde que o paciente mantenha um estilo de vida saudável e uma boa manutenção da pele. Os hábitos tabágicos e exposição solar prolongada, sobretudo sem utilização de protetor solar, são fatores que aceleram o envelhecimento e que, portanto, podem comprometer o resultado da cirurgia a um prazo mais curto.

Quando posso retomar o exercício físico após uma cirurgia plástica?

Ícone de abrir em verde
Ícone de fechar em branco

Apesar de ser essencial a deambulação precoce após uma cirurgia plástica, para prevenir o risco de tromboses, o retorno ao exercício físico deverá ser gradual e progressivo. Embora seja variável de acordo com o tipo de cirurgia, as atividades de vida diária e laborais podem ser retomadas habitualmente após uma a três semanas. A atividade física mais extenuante pode ser retomada habitualmente entre três a seis semanas após a cirurgia, dependendo do tipo de procedimento realizado.

O pós-operatório de uma cirurgia plástica é doloroso?

Ícone de abrir em verde
Ícone de fechar em branco

Os procedimentos de cirurgia plástica são realizados sob anestesia local ou anestesia geral para evitar qualquer tipo de dor durante e logo após o procedimento. É normal haver algum desconforto nos dias seguintes à cirurgia, que geralmente é aliviado com a medicação analgésica prescrita. Deve seguir sempre as recomendações do seu cirurgião relativamente a drenagem postural, utilização de compressão elástica ou aplicação de gelo para aumentar o seu conforto durante o período de pós-operatório.

Posso combinar diferentes tipos de cirurgia plástica no mesmo tempo anestésico?

Ícone de abrir em verde
Ícone de fechar em branco

Existe a possibilidade de combinar diferentes tipos de cirurgia no mesmo tempo anestético. Por um lado, é possível combinar diferentes técnicas para otimizar o resultado estético da área a intervencionar, como por exemplo a combinação de abdominoplastia com lipoaspiração. Por outro lado, é possível realizar em simultâneo técnicas cirúrgicas para tratar diferentes áreas do corpo, como é o caso do mommy makeover.

O que é o Mommy Makeover e quando pode ser realizado?

Ícone de abrir em verde
Ícone de fechar em branco

As gravidezes, com as variações de peso, volume e níveis hormonais que lhe estão associadas, levam a alterações importantes no corpo da mulher, nomeadamente alterações na mama, flacidez abdominal e acumulação de gordura localizada, com impacto importante na autoestima. O Mommy Makeover consiste na abordagem e correção cirúrgica da mama, abdómen e gordura localizada, no mesmo tempo cirúrgico, para restaurar a aparência de antes da primeira gravidez com significativa melhoria na confiança, bem-estar e imagem corporal. O número e tipo de procedimentos a realizar é dependente dos objetivos e do tipo de corpo da paciente. Este tipo de abordagem deverá ser realizado idealmente seis meses a um ano após a última gravidez e quando a paciente já não se encontrar a amamentar.

Qual é a idade ideal para realizar uma cirurgia plástica?

Ícone de abrir em verde
Ícone de fechar em branco

Mais do que a idade, é o grau de envelhecimento e flacidez dos tecidos que define a necessidade de uma cirurgia plástica. O estilo de vida e a genética, gravidezes prévias e amamentação ou perdas de peso marcadas são tudo fatores que irão influenciar o aparecimento dos sinais de envelhecimento e alterações na silhueta corporal. Os benefícios e o resultado estético de uma intervenção cirúrgica serão sempre otimizados quando a intervenção é feita numa fase mais precoce.
Existem alguns procedimentos em que existe uma idade mínima de intervenção, nomeadamente as otoplastias, que poderão ser realizadas a partir dos 5/6 anos, e as rinoplastias, que poderão ser realizadas a partir dos 15/18 anos, alturas em que as estruturas a intervencionar já adquiriram as dimensões e desenvolvimento muito próximo dos adultos.

Rosto de mulher